Sente dores nos pés ao acordar?

Dores nos pés

Conheças as doenças que podem estar ligadas a esse desconforto matinal.

Depois de acordar é comum sentir uma dores nos pés ao dar os primeiros passos do dia? Se a resposta for SIM recomendamos que procure a ajuda de um especialista, para analisar o que está ocasionando esse incômodo.

Como podólogos já trabalhamos com muitos pacientes que apresentavam esse sintoma ao acordar, e que após orientações e tratamento adequados apresentaram melhora significativa em seu quadro clínico.

Caso você esteja passando por uma situação parecida, vamos elencar algumas doenças que podem causar esse problema de saúde:

-> Leia também: Dor nas unhas dos pés dos idosos

Fascite plantar – uma das causas mais comuns das dores nos pés

Há uma forte incidência que o transtorno seja ocasionado pela Fascite Plantar, que costuma acometer pessoas de qualquer idade, sendo mais comum nas mulheres.

Fascite plantar é a inflamação do tecido fibroso que se estende em toda base do pé, devido ao estresse excessivo dessa região. A inflamação é causada pelo estiramento excessivo da fáscia plantar.

Qual é o papel da fáscia plantar?

O pé é um membro composto de ossos, músculos, tendões e ligamentos. Todos os elementos são envoltos por um tecido fibroso que protege e garante sua firmeza, que recebe o nome de fáscia plantar. Veja na figura abaixo:

Dores nos pés
Dores nos pés

Sintomas da Fascite Plantar

Como primeiro sinal de alerta, a pessoa sente uma forte fisgada, rigidez e uma sensação de queimação na sola do pé, logo pela manhã. Contudo, após alguns minutos, o movimento do corpo provoca o aumento da circulação sanguínea na região inflamada, e assim as dores vão diminuindo gradativamente.

Inicialmente o desconforto dura pouco tempo, por isto muitos acabam não se importando e deixam de procurar um profissional da saúde, o que pode agravar a doença.

Quando a doença se agrava a dor pode surgir ao caminhar, correr, saltar ou até mesmo se ficar de pé por algum tempo.

As principais causas da Fascite Plantar

Uma das principais causas da Fascite Plantar é o surgimento do Esporão de Calcanho, pode ocorrer devido a uma lesão repentina ou pelo desgaste provocado por maus hábitos ao longo de vários anos.

Esporão de calcâneo

O esporão do calcâneo – ou somente esporão – é uma protuberância do osso calcâneo que aparece devido ao estresse excessivo da fáscia plantar sobre o calcanhar.

O problema é mais comum em pessoas que:

  • Estão acima do peso;
  • Tem o arco do pé muito alto ou o pé muito plano;
  • Tem o hábito de correr em superfícies muito duras, como no asfalto, sem o tênis de corrida adequado;
  • Praticam atividades que incluam saltar constantemente numa superfície dura, como é o caso da ginástica artística ou rítmica;
  • Usam sapato duros e que precisam caminhar por muitas horas, durante o trabalho, por exemplo.

Estes fatores de risco aumentam a pressão sobre o calcanhar e, por isso, podem levar a micro lesões que facilitam a formação do esporão. 

Sintomas do esporão de calcanho

O esporão do calcâneo costuma ser assintomático, porém alguns pacientes relatam sentir uma dor aguda na região do calcanhar, ocasionada pela inflamação da fáscia plantar.

O que fazer em caso de dores causadas pela Fascite Plantar ou Esporão

Primeiro procure um médico para o diagnóstico correto, pois as dores nos pés podem ter muitas causas e estamos falando de duas delas.

Portanto, somente se souber que o seu problema é decorrente de Fascite Plantar e/ou Esporão, estas são algumas opções que podem te ajudar a aliviar a dor:

  • Repousar o pé;
  • Deslizar uma bola de tênis sobre o pé, principalmente no calcanhar, o que pode ser feito de pé ou sentado e alivia muito a dor;
  • Massagear toda sola do pé com um creme hidratante, antes de dormir;
  • Exercícios de alongamento como: puxar os dedos dos pés para cima e manter o joelho esticado, alongando os pés e a perna;
  • Reeducação postural para corrigir sua postura e trabalhar a causa do problema
  • Se estiver acima do peso, fazer exercícios e dieta são fundamentais;
  • Exercícios para os pés como: colocar uma toalha no chão e ir puxando com os dedos ou pegar bolinhas de gude e colocar num balde, sempre mantendo o calcanhar apoiado no chão;
  • O médico ainda pode recomendar outras opções, como uso de palmilhas e medicação caso estas não forem suficientes.

Também é muito importante usar calçados confortáveis, não usar chinelos, nem sandálias rasteirinhas e os exercícios para os pés e pernas devem ser diários.

Conheça outras enfermidades que causam as dores matinais

Entre as possíveis enfermidades estão a artrite e a artrose – que são mais comuns nos idosos, porém, hoje em dia, acometem um número considerável de adultos em virtude das atribuições da vida moderna, com destaque para o sedentarismo e a obesidade.  

Artrite

Artrite é uma inflamação que pode causar complicações nas articulações e nos tecidos do calcanhar, tornozelo e pé.

Sintomas

Geralmente, as dores são vinculadas a um quadro de artrite reumatóide, que provoca também inchaço, vermelhidão e sensação de calor, especialmente no período da manhã ou após longo período de descanso.

Artrose

Você sabia que a artrose não é uma doença? Ela é um desgaste articular gradativo causado pelo processo de envelhecimento ou atividades que sobrecarregam as articulações.

Sintomas

Os principais sintomas da artrose são:

  • Dor na articulação afetada;
  • Dificuldade na realização de movimentos; 
  • Inchaço e rigidez na articulação;
  • deformações na região das articulações afetadas.

Medidas preventivas para prevenir as dores nos pés

Você sabia que os sapatos estão entre as principais causas das dores nos pés? Por isso que prevenir é uma escolha bem simples, neste caso!

Prefira sempre os sapatos confortáveis que respeitam a anatomia e as medidas dos pés, além de oferecer apoio adequado a eles. Então, evite sapatos de salto alto, bico fino, modelos com solados duros sem um bom sistema de amortecimento – este item refere-se principalmente aos adeptos de atividade físicas de impacto.

Na dúvida, consulte antes um podólogo para ajudá-lo na escolha do calçado e acessórios adequados, que podem ajudá-lo a prevenir complicações futuras à sua saúde.

Algumas práticas, também, auxiliam no combate às complicações nos pés, confira algumas sugestões:

  • As palmilhas ajudam a amortecer o impacto ao caminhar – pergunte a um podólogo ou fisioterapeuta sobre os modelos que estejam em conformidade com você.
  • Faça alongamento antes e depois de qualquer prática esportiva.  
  • Fique de olho no seu peso, pois a obesidade sobrecarrega as articulações e a base do corpo.

Faça o acompanhamento com um podólogo

Todos sabemos que as dores são decorrentes de processos inflamatórios e/ou infecciosos, indicando que algo não está funcionando direito dentro do nosso corpo.

Como as dores nos pés podem apresentar várias causas é importante que um médico realize um diagnóstico apropriado.

O podólogo tem um papel fundamental no acompanhamento, prevenção e controle das doenças dos pés. Nosso principal objetivo é oferecer qualidade de vida e bem-estar às pessoas e, principalmente, àqueles que já apresentam problemas, pois eles precisam de cuidados especiais sendo importante a orientação de um profissional.

Marque sua consulta e comece a cuidar melhor dos pés hoje mesmo.

Compartilhe

Facebook
LinkedIn
Whatsapp